Capa

Equipe feminina mostra sua força pelo Brasil no Sul-Americano Sub-20 de Lima

São 28 atletas no naipe feminino, dez delas com índices para o Mundial - seis ratificaram marcas exigidas pela World Athletics no Troféu Brasil; a competição será disputada de sexta a domingo (12 a 14/7) no Estádio Atlético de La Videna, mesmo palco do Mundial Sub-20, em agosto

09.07.2024  |  344 visualizações

Bragança Paulista - O Atletismo Brasil terá 28 mulheres no Campeonato Sul-Americano Sub-20, em Lima (Peru), que começa na sexta-feira (12/7) e vai até domingo (14/7) – a competição será transmitida pela TV Atletismo Brasil, canal do YouTube da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). Essa é uma edição extra, uma vez que o torneio é disputado a cada dois anos e, em 2023, foi realizado em Bogotá, na Colômbia. Mas como a cidade de Lima receberá o Campeonato Mundial Sub-20 no fim de agosto, a competição servirá como evento-teste.

Muitas das atletas qualificadas para a disputa continental competiram no Troféu Brasil, na categoria adulta, de 27 a 30 de junho, em São Paulo, como forma de preparação. E algumas delas, já qualificadas também para o Mundial, ratificaram seus índices durante a disputa nacional.

No feminino, são 10 atletas com índices para o Mundial, que também será na capital peruana. Dessas, seis ratificaram as marcas exigidas pela World Athletics no Troféu Brasil. São elas: Vanessa Sena dos Santos (AD Centro Olímpico-SP), nos 100 m; Julia Ribeiro (Praia Clube-Exército-Futel-MG), nos 400 m; Grazielly Sena (FUNDACTE-SP), nos 400 m; Pietra Simões (Praia Clube-Exército-Futel-MG), nos 100 m com barreiras; Amanda Miranda (Geração Atletismo Cianorte-PR), nos 400 m com barreiras; e Sabrina Gabrieli Pena (IPEC-Londrina-PR), nos 800 m. 

Vanessa, de 19 anos, disputa sua última temporada na categoria sub-20. Destaque nas categorias de base, foi campeã do salto em distância e do revezamento 4x100 m no Sul-Americano de 2023. Em Lima, defenderá seu título na prova de salto e também disputará os 100 metros rasos, prova em que foi 5ª colocada no Troféu Brasil, com o tempo de 11.70. 

Outras duas medalhistas do Sul-Americano de 2023 e que estão qualificadas para o Mundial voltarão ao torneio continental em busca de novos pódios.

Amanda, de 18 anos, conquistou a medalha de prata nos 400 m com barreiras, prova em que também foi finalista no Troféu Brasil, e foi vice-campeã no revezamento 4x400 metros. Julia, de 19 anos, e que também se despede do sub-20, foi prata no 4x400 m e campeã no 4x400 m misto. Além disso, foi 4ª colocada nos 400 m, sua prova principal.

O Sul-Americano também terá outro destaque do Troféu Brasil. Hakelly Maximiano (AECD-Macaé-RJ), de apenas 15 anos, tem conseguido excelentes resultados nas categorias acima da sua. Qualificada para o Mundial, foi campeã dos 100 m e dos 200 m no Campeonato Brasileiro Sub-20, disputado em Niterói, no início de junho. Além disso, encarou o desafio de disputar o Troféu Brasil. E, entre atletas adultas, a adolescente de Macaé conquistou o 5º lugar na final dos 200 metros, muito perto de repetir o índice para o Mundial.

"Estou muito feliz com o convite para treinadora chefe e farei o melhor para todos. As meninas estão empolgadas, confiantes e felizes, sentimentos importantes para a vinda de bons resultados", afirmou Rosana Soares, treinadora do SESI-SP e que comandará a equipe feminina em Lima. "Estamos com um time tope, atletas já com índices para o Mundial, inspiração para os que estão na busca por marcas", acrescentou. "A seleção sub-20 é amadurecimento para o atleta e a transição para competições maiores na categoria adulto."

No Sul-Americano de 2023, o Brasil manteve sua hegemonia e conquistou o título, com 397 pontos, sendo campeã também nos naipes masculino (206) e feminino (191). A seleção brasileira somou 44 medalhas (15 de ouro, 14 de prata e 15 de bronze), e teve o melhor atleta masculino da competição: Renan Gallina, ouro nos 100 m, com a marca de 10.01 (1.9), recorde do campeonato, brasileiro e sul-americano sub-20.

A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Assessoria de Comunicação: Heleni Felippe (helenifelippe@cbat.org.br) e Maiara Dias Batista (maiara@cbat.org.br).

Julia Ribeiro, tricampeã dos 400 m no Brasileiro Sub-20
(Alexandre Loureiro/CBAt)

Vanessa Sena dos Santos, no salto em distância
(Alexandre Loureiro/CBAt)

Pietra Simões, 110 m com barreiras
(Alexandre Loureiro/CBAt)

Sabrina Gabrieli Pena
(Alexandre Loureiro/CBAt)

Hakelly de Souza, de Macaé, campeã dos 100 m e dos 200 m no Brasileiro
(Alexandre Loureiro/CBAt)

Leia também...

23.07.2024

Darlan Romani pede dispensa por questões médicas e não disputa Jogos Olímpicos de Paris-2024

Campeão mundial e finalista olímpico passará por cirurgia na região lombar; parte da delegação, composta por 18 atletas, deixa o Brasil nesta terça-feira (23/7) rumo a aclimatação em Portugal

21.07.2024

Há 100 anos, em Paris, atletismo do Brasil iniciava sua história nos Jogos Olímpicos

Atletismo brasileiro fez sua primeira participação olímpica nos Jogos de Paris, em 1924, com uma delegação de oito atletas; um século depois, Brasil volta à terceira Olimpíada na capital francesa com 19 medalhas conquistadas

20.07.2024

Alison dos Santos encerra preparação olímpica com vitória na Diamond League de Londres

Medalhista olímpico e campeão mundial, brasileiro dos 400 m com barreiras conquistou a 5ª vitória em seis provas no principal circuito do atletismo mundial; agora, segue para camping na Turquia antes de ir para a Vila Olímpica de Paris

19.07.2024

Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-16 será em novembro, em João Pessoa

A competição será realizada na pista da Vila Olímpica Parahyba, na capital, de 1 a 3 de novembro; a data inicial foi alterada por causa do calendários das eleições municipais e as restrições impostas pela legislação eleitoral

Entre em contato